quinta-feira, 8 de julho de 2010

Além do Personagem - O texto.





Hoje, quando acordei, senti que o chão não estava sob meus pés. Olhei em volta e não me reconheci naquele lugar. A estranha sensação de estar no lugar errado, de não pertencer a este mundo. Será que sou um habitante de outro planeta? Galáxia, talvez.
Relembrei rapidamente as cenas do dia anterior e deduzi a fonte de tal sensação. É difícil viver de acordo com o que as outras pessoas esperam. Não poder ser verdadeiramente você por medo de decepcionar e não corresponder às expectativas de quem te ama. Ver o plano de sua vida ser milimetricamente traçado por outra pessoa. Desejos, conquistas. Medos, frustrações e ilusões projetadas para uma vida inventada. Ter a estranha e confortante sensação de se sentir completo ao ficar somente consigo mesmo. As outras pessoas não são o bastante? Não quando você não se encontra na presença delas. É difícil interpretar e dar vida ao seu próprio personagem. Representar um lado seu programado. Robotizado. É esse lado do ser humano que eu gostaria de entender. Por que nós idealizamos tanto um outro alguém? Chegamos ao ponto de não conseguir conviver com defeitos e manias, porque no nosso protótipo de pessoa perfeita, essas características não constam no manual.
Somos capazes de nos anular e reprimir para satisfazer essa idealização. Até que ponto isso é amar? E o amor, resiste mesmo a tudo isso? Eu deixo de ser feliz para ver as pessoas que amo felizes e satisfeitas com atitudes que não são da minha vontade. Elas são egoístas ou a egoísta sou eu em querer ser feliz? O difícil é conviver com essa minha voz rouca. Nula. Não sei gritar meus deveres. Não consigo impor meus direitos. Enquanto sigo encenando nesse teatro da vida, o meu verdadeiro eu está aqui. Nu. Cru. Pronto pra ser desvendado.

Um comentário:

Rafinha disse...

Imagina se eu não ia seguir este blog. Em retribuição a você ser seguidora do Blog Diário Fã Clube Danielle França, aqui estou eu, Rafinha, seguindo o seu. Bem vinda a este mundo de blogueira!!!

Beijos
Rafinha.

P.S.: Blog da Dani sempre com novidades. Te vejo lá!!!