quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A melodia das palavras mudas..




Eu já não escrevo como antes. Falta-me inspiração.
Faz falta o desejo louco que tinha em expressar e traduzir cada batida descompassada de meu peito. Ao te ver. Ao te ter..
Começo a escrever lembrando-me das vezes em que te vi. Descrevo teus perfeitos traços.
Deixo que o brilho dos teus olhos invada a clareza de minhas idéias. Deslizo a caneta no papel e desenho o contorno das palavras como se percorresse a maciez de seus lábios.
Me perco em momentos que não tivemos. Me prendo em beijos que não demos. Imagino lugares, fotografias, paisagens. Imagino você. Sempre. Ao meu lado..
E é aí, justamente aí, que interrompo a minha escrita. Deixo o texto incompleto para que o inalcançável dure mais um pouco. A impossibilidade de te ter comigo foi superada. Eternizada a sua presença em minha mente..
Não quero ter que abrir meus olhos e perceber que nada disso é real. Não conhecemos lugares, não existiram fotografias. E só o que tenho agora, são erros de ortografia..
Num português descrente vou errando as palavras, vou trocando as pernas. Sem você não há nada.
Não há alegria boba, nem motivo para admirar o dia ensolarado que faz lá fora. O canto dos pássaros deixou de ser melodia. O dia, é só mais um dia..
O tempo passa arrastado, esfregando na ferida da minha solidão, a acidez da sua ausência. A ferida está exposta. Sangrando..
Deixo que a dor se manifeste em uma torrente de água com sal. Não só a ferida, mas o corpo inteiro dói. Arde. Chama. Sente sua falta.
Eu só preciso de você, mais nada. Preciso que você me traga a inspiração para escrever a continuação. Imploro para que devolva meu coração. Inteiro. Sem receio..
E é assim que a minha poesia segue. Sem você. Sem fim. Incompleta. Repleta de mágoa..
Abandonei o ponto final e deixei que as reticências falassem por mim.
É assim, em aberto, que deixo minha poesia e minha vida, à espera de ti ...

4 comentários:

Rafinha disse...

Sempre sábia nas palavras hein Mari!!!

Estranha disse...

Lindo lindo (:

Nicolas disse...

Nossa que perfeito,muito mais muito bom mesmo,eu gostei muito

Marianaaaa disse...

aeeeeeeeeeeeeeee imbecillllllllllllllllllllll

Mariana